Alguns chás e ervas proibidos na amamentação são desconhecidos pela maioria e trazem riscos a produção de leite e a saúde do bebê. Por isso seu uso é desaconselhável além de perigoso. Conheça os chás e ervas proibidos na amamentação!

Principais chás e ervas proibidos na amamentação

Chás e ervas são itens populares muito utilizados como tratamentos naturais para diversos males. Contribuem para saúde de forma natural e normalmente não apresentam efeitos colaterais negativos. No entanto, se você estiver amamentando  é importante evitar alguns chás e ervas que podem prejudicar a saúde do bebê.

Chás e ervas que prejudicam a produção de leite materno

Claro que se você está amamentando fará de tudo para evitar algo que atrapalhe a produção do leite materno. Alguns chás e ervas e até temperos,  afetam diretamente a produção de leite materno.

Você definitivamente deve evitar chás, ervas ou temperos que contenham noz preta, salsa, hortelã pimenta, orégano, tomilho, erva-cidreira, hortelã e sálvia.  Essas são as ervas mais conhecidas que podem diminuir a produção de leite materno.

Chás e ervas nocivas a saúde do bebê

Existem também várias ervas que são realmente prejudiciais para a mãe e para saúde do bebê durante a amamentação. Ervas e compostos que contenham  ginseng, efedra, dong quai, espinheiro, kava-kava, absinto, carqueja, angélica e alcaçuz entre outros .

Erva doce, anis estrelado e alho, embora muito utilizados e tidos como inofensivos, devem ser evitados durante a amamentação pois passam para o bebê através do leite.

Erva de São João é muito utilizada por  algumas mulheres na depressão pós parto por exemplo. No entanto, alguns estudos têm mostrado que pode deixar os bebês apáticos e aumentar as cólicas.

Feno Grego é uma erva muito comum utilizada por muitas lactantes com a promessa de aumentar a produção de leite. No entanto, esse benefício nunca foi comprovado. Em vez disso, pode causar baixa de açúcar no sangue e pressão arterial elevada em mulheres lactantes. Nos bebês os efeitos são diarreia e cólicas intensas.

Confrei é também um erva muito utilizada pelas mulheres durante a amamentação. É especialmente usada para ajudar as mulheres a tratarem mamilos rachados e doloridos em decorrência da amamentação. Infelizmente, é perigoso para o bebê e seu uso é totalmente proibido para este fim.

Chás e ervas indicados durante a amamentação

Mas nem tudo é proibido, chás como camomila, alfazema, gengibre, ajudam a acalmar as cólicas do bebê.  A Silimarina por sua vez é indicada e totalmente segura para ajudar aumentar a produção de leite materno.

Leia também: Dicas para uma amamentação saudável 

O mais seguro e acertado é falar com seu médico antes de tomar qualquer coisa caso esteja grávida ou amamentando.

Não siga as orientações de amigos e parentes sem antes checar a segurança dessas informações com seu médico. Muitas opções podem estar disponíveis, mas o segredo é sempre observar a reação do seu corpo e a reação de seu bebê.

Deixe uma resposta