Sem classificação admin

Pólipos | Principais causas e tratamentos

Pólipos são formações anormais de tecido que podem ocorrer dentro do útero, trompas, colo do útero e endométrio.

Na maioria dos casos, embora definidos como pequenos tumores, não apresentam malignidade.

Suas causas ainda não estão bem definidas. Sabe-se que a maior incidência do problema ocorre em mulheres que passaram por algum tipo de reposição hormonal, principalmente de estrogênio. Mulheres obesas e hipertensas também apresentam pré disposição para desenvolver o problema.

Outros fatores que contribuem com o surgimento dos pólipos são quadros de inflamação crônica  do colo do útero, vagina ou útero e vasos sanguíneos obstruídos.

pólipos uterinos

Os principais sintomas de pólipos são:

  • Fluxo menstrual anormal
  • Cólicas mais intensas
  • Dor durante as relações sexuais
  • Sangramento durante ou após as relações sexuais

O tratamento pode variar de acordo com comprometimento do local afetado, tamanho dos pólipos e intenção ou não de engravidar. A ação cirúrgica é recomendado em sua maioria, para mulheres com comprometimento da fertilidade.

Mulheres que não desejam mais engravidar, podem se necessário, se submeter a retirada do órgão comprometido. Para as que não desejam engravidar no momento, o tratamento com supressores hormonais é o mais indicado.

Caso exista a intenção de concepção a curto prazo, a histeroscopia, videolaparoscopia ou curetagem pode ser realizada de 3 a 7 dias após o último dia de sangramento menstrual.

O diagnóstico é realizado através de ultrassom ou histeroscopia diagnóstica.

Pólipos diminuem as chances de engravidar

O comprometimento da fertilidade depende do posicionamento do pólipo. Os pólipos uterinos podem provocar distúrbios hormonais que não só afetam a ovulação como a implantação do embrião.

Pólipos localizados nas trompas podem obstruir a passagem dos espermatozoides ou ainda dos óvulos fecundados.

Quando descobertos antes da gravidez, devem ser tratados pois não só podem dificultar a gravidez como aumentam o risco de abortamento.

São mais raros em mulheres jovens em idade fértil, mas quando acontecem, normalmente trazem maiores dificuldades de concepção quando possuem mais de 2 cm.

Gravei um vídeo em que revelo um método que aumenta em até 76% as chances de engravidar. Nesse vídeo você vai encontrar técnicas secretas para aumentar a fertilidade que poucas mulheres tem acesso. Para assistir a esse vídeo, basta clicar nesse link: Quero assistir ao vídeo

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!