Dicas para Engravidar admin

Tratamentos de Fertilidade |Segredos para Engravidar

Se está enfrentando dificuldades para engravidar, conheça o tratamentos de fertilidade que pode realizar o seu sonho. 

Você tentou engravidar por um ano e seu objetivo não foi alcançado. Você religiosamente mediu as temperaturas basais do seu corpo todas as manhãs durante seus ciclos, fez tudo o que foi indicado, até de ponta cabeça ficou, mas nada deu certo.

Não engravidei, e agora ?

Você perdeu o peso extra e está satisfeita com o que vê no espelho. Você está comendo saudável e deixou de beber café e fumar. Drogas não fazem parte da sua vida. Você até fez ioga e meditação para manter seus níveis de estresse baixos.

Veja também: Como consegui engravidar depois de 8 anos tentando!

          “Mas ainda não há gravidez. E agora?”

Então, se você está tentando engravidar a mais  de um ano, criando um ótimo ambiente dentro de si mesmo para sustentar uma gravidez saudável e nada ocorreu, então é hora de bater um papo sério com seu médico para estudar novas possibilidades. Pode ser hora de iniciar tratamentos de fertilidade com remédios para induzir a ovulação.

1.

Quais testes são realizados para infertilidade para mulheres?

No entanto, antes de qualquer tratamentos de fertilidade específicos entrar em cena, haverão testes que o médico pode realizar sozinho.

O médico pode escolher começar por alguns testes mais básicos.

Testes realizados para infertilidade em mulheres

Colhe sangue para exames hormonais e para investigar endometriose e mioma entre outros, bem como um ultrassom no sistema reprodutivo. A estrutura do útero e dos ovários é examinada. Uma histerossalpingografia ou HSG terá que ser realizado para avaliar suas trompas de Falópio.

Se não há bloqueio de trompas de Falópio presentes, ou se um tubo não é funcional, então ela ainda pode conceber sozinha depois que outras questões foram avaliadas. Se nenhum dos tubos estiver funcionando, a fertilização in vitro será a única maneira de engravidar.

2. Quais testes são realizados para infertilidade para homens?

Agora, vamos assumir que, estruturalmente, a mulher está bem. E, ao mesmo tempo, o homem deve ter uma análise do sêmen. Estatisticamente,  30% dos casos de inferência podem ser atribuídos ao homem.

Para realizara uma analise do sêmen, é preciso que o homem ejacule num potinho para que o laboratório possa fazer a análise. O material pode ser colhido em casa, no entanto alterações que não refletem a verdade podem acontecer em decorrência do mal armazenamento e tempo de analise.

          Ok, sêmen colhido, e agora?!

Se a contagem de espermatozoides, motilidade e morfologia (forma do esperma) são normais então não há problemas de fertilidade. Se a contagem de esperma, motilidade ou morfologia é anormal, seja um desses fatores ou todos, então o problema é com a fertilidade do homem.

3. Inseminação artificial intra-uterina (IA)- Tratamentos de fertilidade

Um dos primeiros tratamentos de fertilidade  sugeridos pelos especialistas é a inseminação artificial.  A  inseminação intra-uterina não é uma possibilidade quanto o  homem tiver a questão da fertilidade comprometida. Se a contagem de esperma for quase zero (o normal é mais de 20 milhões de esperma em uma amostra), ou se não tiverem motilidade (movimentação adequada). A FIV no entanto é a melhor opção para casos em que a dificuldade espermática é diagnosticada.

tratamentos de fertilidade

Já em casos em que existe a possibilidade do problema estar associado ao muco hostil a IA é a opção menos custo que pode resolver a questão. No entanto, a maioria dos especialistas em fertilidade preferem iniciar tratamentos de fertilidade utilizando indutores de ovulação,  mesmo  com aquelas mulheres que estejam ovulando.

4. Clomid (citrato de clomifeno)- Tratamentos de fertilidade

Citrato de clomifeno, ou Serophene, Indux ou Clomid (que é o nome mais comum para este tratamento) é um comprimido dado a mulheres que não estão ovulando regularmente ou que precisam de sua ovulação cronometrada corretamente para realização de coito programado ou IA .

          É o mais usado, mas jamais deve ser administrado sem orientação médica

A maioria das mulheres que não estão ovulando regularmente tem síndrome do ovário policístico (SOP), que nem sempre pode ser detectada, muitas vezes não há indicadores através de testes que uma mulher tem essa condição.

SOP é o resultado de altos níveis de testosterona entre outros problemas, em mulheres que podem causar anovulação, pelos faciais, alto peso e acne.

O objetivo do Clomid é enganar o cérebro para reduzir a quantidade de estrogênio no corpo, forçando-o a liberar outros hormônios que são responsáveis ​​pelo crescimento folicular e pela estimulação – e depois pela ovulação.

Clomid vem em doses diferentes, de 50mg a 200mg. Começa-se os tratamentos de fertilidade com doses mais baixas e através de acompanhamento de ultrassom seriada avalia-se a necessidade de doses maiores.

Como tomar clomid para engravidar

Normalmente, uma mulher toma Clomid por 5 dias no ciclo.No entanto isso depende da necessidade de cada pessoa e da conduta médica a ser adotada.  O crescimento folicular será monitorado na clínica através de exame de sangue e ultrassonografia quase que diariamente. Às vezes, as clínicas permitem que as mulheres monitorem a ovulação por conta própria. Nesse caso usando testes de ovulação. No entanto isso não é o mais indicado, principalmente para mulheres com SOP que naturalmente, tendem a ter níveis aumentos de LH.

Logo antes da ovulação, uma mulher recebe uma injeção de HCG para ajudar a eclodir o folículo imitando a ação do LH.  Em seguida, 48 horas após a ovulação , inicia-se o uso de progesterona para ajudar a manter os níveis no caso de ocorrer a concepção, uma vez que o Clomid pode fazer com que ele caia, o que resultaria em um aborto precoce.

Durante este período, a inseminação, seja através da IA ou a relação sexual natural (Coito programado), é feita para aumentar as chances de engravidar.

          O custo do Clomid é baixo e por isso atrai tanto as mulheres que buscam uma gravidez.

Os especialistas em fertilidade não podem usar o Clomid por mais de 6 ciclos. Se a gravidez não for alcançada durante esse período, considera-se o uso de medicamentos mais fortes.

No entanto, se a SOP é suspeita, muitas vezes os especialistas em fertilidade darão a essas mulheres Metformina. Metformina evitará problemas com a insulina entrando no caminho da ovulação, além de Clomid. Esta mistura geralmente funciona nesta situação. A insulina atrapalha o trabalho dos ovários e é preciso limpar o caminho para uma ovulação de sucesso.

Se o Clomid não funcionar, então as injeções de gonadotropina poderãoser usadas para estimular a ovulação.

5. Injeções de gonadotropina

As injeções de gonadotropina são usadas quando Clomid falha, e existem diferentes tipos dessas injeções. Na maioria das vezes o trabalho com os injetáveis é bem satisfatório, mas existe o risco de hiperovulação. Isso significa que  existe a possibilidade de mais de um óvulo ser liberando  e há uma chance muito maior com partos múltiplos do que com Clomid.

          O custo desse tratamento é bem mais alto. Algo em torno de 5.000 mil reais. 

Letrozol também é uma opção para induzir a ovulação e em termos de valores fica entre o clomid e as gonadotrofinas. Nem tão barato quanto o citrato de clomifeno e nem tão caro quanto os injetáveis. A princípio é uma droga utilizada para o câncer de mama e em alguns países ainda não e utilizada como indutor. No Brasil esses tratamentos de fertiliadde tem rendido bons resultados e muitos bebês saudáveis.

6. Fertilização in vitro (FIV)

Quando um casal tentou indutores de  ovulação e IA, mas não alcançou a gravidez, eles acabam tendo que recorrer a fertilização in vitro ou FIV, e este é o último recurso quando se trata de conseguir uma gravidez com seus próprios espermatozoides e óvulos.

Existem também diferentes tipos de procedimentos de FIV. No entanto, eles sempre envolvem a mulher tendo que tomar injeções de gonadotropina e outros medicamentos. Isso significa que alguns efeitos colaterais e muito desgaste emocional pode surgir.

Ultrassom e exames de sangue serão feitos com certa frequência. Uma vez que os óvulos estão prontos para serem recuperados, o médico marcara a punção.

Captura dos óvulos

Sob orientação de um ultrassom e com  a paciente sedada, o médico insere a agulha para capturar os óvulos . Se a resposta a indução for satisfatória, pode haver até 15 folículos suficientemente maduros para serem capturados..

No entanto, o risco com mais folículos que estão sendo amadurecidos pode causar dor severa e outras complicações. Essa é uma condição chamada síndrome da estimulação da hiperovulação. Ela também será monitorada para verificar tal acontecimento.

Quando todos os folículos forem retirados, a mulher acorda rapidamente. Ela é monitorada por uma hora de forma muito próxima. Então ela está de alta para casa.

A recuperação é geralmente direta com cólicas leves a moderadas por algumas horas. Algumas mulheres tomam analgésicos depois que são dispensadas da clínica .

No entanto, durante esse período também, o homem dá amostras de esperma para ser usado para o procedimento.

O esperma e os óvulos  são colocados juntos no laboratório cerca de 4 horas após a recuperação do óvulo, de modo que a concepção tenha a chance de acontecer.

Em casos de baixa contagem de esperma ou qualidade, o esperma é tratado e inserido individualmente dentro de cada óvulo.

Este procedimento que envolve o esperma individual que deve ser injetado em óvulos é chamado de ICSI.

Após serem fertilizados por ICSI  ou o método mais comum, os embriões são cultivados no laboratório de FIV por 2-5 dias mais ou menos.  em seguida é feita a transferência dos melhores embriões para o útero materno.

Depois disso, o casal deve aguardar ansiosamente por 2 semanas para descobrir se uma gravidez aconteceu ou não.

O custo da FIV varia entre 14.000 e 30.000 reais. 

7. A tensão financeira e emocional

Quando um casal está passando por tratamentos de fertilidade, eles serão exigidos e estressados ​​financeiramente, mentalmente e emocionalmente. Se eles estão passando por tratamentos de fertilidade como coito programado,   IA ou fertilização in vitro, é uma prova difícil.

A tensão financeira e emocional da infertilidade

Não só é desgastante fisicamente para a mulher, mas é emocionalmente desgastante para o casal. Eles se perguntam se  estão desperdiçando dinheiro em tentativas falhas, e pode ser difícil  permanecerem positivos durante o tempo devido a decepções e devastações do passado.

O aconselhamento é necessário quando um casal está sendo submetido a um dos  tratamentos de fertilidade e muitas clínicas de fertilidade também oferecem aconselhamento profissional.

É importante para os casais que estão sofrendo qualquer tipo de tratamentos de fertilidade saberem que não estão sozinhos.   Dividir suas experiências com outros casais é importante. Conversar com alguém que entenda a sua realidade pode ser reconfortante.

Se você decidiu iniciar  tratamentos de fertilidade após um ano de tentativa, mantenha-se forte e positivo, porque as probabilidades estão a seu favor.

Gravei um vídeo em que revelo um método que aumenta em até 76% as chances de engravidar. Nesse vídeo você vai encontrar técnicas secretas para aumentar a fertilidade que poucas mulheres tem acesso. Para assistir a esse vídeo, basta clicar nesse link: Quero assistir ao vídeo

Fonte: conceive easy

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

1 Comentário

  1. talita disse:

    muto boa a exolicacao dessa materia, iremos iniciar o tratamento, estamos convictos de dar certo! gostaria de receber mais assuntos sobre este tratamento de fiv